A Sonda InSight da Nasa, que aterrissou em Marte na noite desta segunda-feira com a missão de explorar o interior do planeta, é alimentada pela energia solar gerada por painéis fotovoltaicos. Segundo Tom Hoffman, líder da missão InSight, o uso dos painéis permite que a sonda recarregue as baterias diariamente a partir da incidência solar na superfície marciana.

No início da noite, a Mars Odyssey, outra sonda da agência espacial norte-americana que já estava em Marte, enviou imagens da InSight que mostram seus painéis solares abertos e prontos para realizar a recarga de energia solar.

A InSight

Lançada em maio deste ano, a nave InSight foi criada com o objetivo de explorar o interior do planeta vermelho por meio de investigações sísmicas e geológicas, fazendo um raio-X de Marte. É esperado que se chegue a informações como tamanho, composição de núcleo e aspectos de seu passado remoto.

e-book gratuitoPowered by Rock Convert

A expectativa é que os dados encontradas possam ajudar a desvendar como seu campo magnético foi desativado, ficando exposto a uma intensa radiação solar que “secou” toda a água do planeta.

A partir dessas informações, os cientistas responsáveis pela missão querem ainda entender como planetas rochosos se formam e conseguir avaliar com mais propriedade o potencial de abrigar vida dos exoplanetas recentemente descobertos.

A missão da InSight deve durar o equivalente a dois anos terrestres e custou  pouco mais de US$ 810 milhões (cerca de R$ 3,15 bilhões). Esse valor inclui os custos de lançamento e operação.

Interessado em saber mais sobre energia solar? Acompanhe a Solarprime no Facebook e no Instagram

Comments

comments