Como evitar curto-circuito em casa? Entenda aqui - Solarprime

Como evitar curto-circuito em casa? Entenda aqui

Como evitar curto-circuito em casa? Entenda aqui
De todos os sistemas presentes em uma casa, a instalação elétrica é um dos mais importantes. Não só porque é essencial para nosso dia a dia, mas também porque deve ser feita de forma correta e seguir importantes cuidados, para evitar acidentes. Para isso, é importante que você saiba como evitar curto-circuito. No post a seguir, veja por que ele ocorre e como você pode impedi-lo com algumas práticas. Confira também como proceder se um curto-circuito acontecer em casa. Boa leitura!

O que é curto-circuito e como acontece?

Os curto-circuitos são os acidentes elétricos mais comuns, e podem ocorrer em qualquer lugar onde haja uma instalação de energia. De forma geral, ele acontece porque há um aumento de corrente elétrica na rede. Ou seja, um fio projetado para suportar determinada voltagem, acaba recebendo mais energia, o que o leva a entrar em curto, com a energia gerando calor e podendo causar sérias consequências como: Dessa forma, os danos podem ser bem graves, inclusive ameaçando a vida das pessoas. Por isso, é importante que você saiba como evitar curto-circuito. Para começar, existem alguns sinais de que um curto pode ocorrer em sua casa. Alguns são mais perceptíveis, como quando um aparelho elétrico apresenta cheiro de queimado. Outros, podem passar despercebidos, por exemplo, quando acontece fuga de corrente elétrica, fazendo com que o relógio registre consumo, mesmo com todos os disjuntores desligados. Sendo assim, é preciso sempre estar atento a qualquer sinal anormal de consumo de energia ou mau funcionamento de aparelhos. Além disso, também é importante seguir algumas boas práticas para se prevenir.

Como evitar curto-circuito em casa?

Muitos curtos ocorrem por negligência das pessoas ou falta de uma boa instalação elétrica. Por isso, existem diversas ações que você pode aplicar no dia a dia, para sempre ter um bom sistema elétrico e evitar situações que possam levar a esses acidentes.

Verifique os aparelhos

Antes de usar um aparelho, verifique se ele está em boas condições de uso. Ou seja, verifique se os fios estão íntegros e vedados, além de posicionados de forma correta, sem ficarem apertados ou dobrados, oferecendo risco de corte. Além disso, garanta que cada aparelho esteja ligado à tomada certa, com a voltagem adequada para aquele equipamento. Aliás, outro cuidado é fazer a ligação direta na tomada, evitando uso de benjamins que possam sobrecarregá-la.

Reduza o uso durante tempestades

Tempestades elétricas são, naturalmente, propícias a causar danos em redes elétricas. Afinal, se trata de altas descargas, que podem atingir qualquer lugar. Sendo assim, enquanto ocorrem, é importante reduzir ao máximo o uso de equipamentos elétricos, inclusive, retirando-os da tomada, se possível. Dessa forma, você pode evitar curto-circuito, bem como diminuir danos causados pela sobrecarga na rede.

Faça manutenção no disjuntor

O disjuntor é uma peça muito importante para evitar curtos-circuitos. Ele é uma chave de proteção, que desliga a energia, quando a corrente elétrica ultrapassa uma certa voltagem. Assim, ele evita a queima de fusíveis, protegendo equipamentos e evitando danos mais graves. Porém, esse dispositivo também deve estar em plena capacidade de funcionamento, para que não ocorram problemas. Sendo assim, é importante fazer a manutenção da peça com certa frequência. Além disso, se ele desligar muitas vezes, é importante averiguar se o aparelho pode estar com problemas ou se a rede elétrica é que está instável.

Revise as instalações elétricas

As instalações elétricas também precisam de bastante cuidado. Afinal, os fios e outros componentes estão sujeitos à degradação, conforme a ação do tempo, bem como outros fatores que possam desgastá-los mais rápido; por exemplo, fios cortados por pássaros que fazem ninhos nas casas. Sendo assim, a cada 5 anos, é importante fazer uma revisão em todo o sistema. Dessa forma, é possível identificar se há riscos de curto-circuito e preveni-los. Além disso, você pode fazer a troca por peças mais modernas, que possam dar mais qualidade ao sistema, bem como valorizar o imóvel. Nesse caso, o mesmo cuidado vale para quem adere à energia solar e usa painéis para gerar energia elétrica. Nesse caso, é importante garantir não só sua instalação segura, a fim de evitar descargas e choques, mas também sua limpeza e manutenção, para que também gere energia de forma eficaz.

Proteja as tomadas

O perigo de incêndios causados por curto-circuitos é que eles podem aumentar, ao atingir outros objetos. Por isso, é importante proteger as tomadas, evitando que qualquer coisa que possa ser inflamável, entre em contato com elas. Sendo assim, mantenha peças como cortinas, tapetes e móveis com tecido distantes das tomadas. Além disso, para evitar acidentes com crianças, animais ou mesmo adultos, considere sempre usar protetores plásticos.

Desligue a energia

Quando for viajar ou passar um longo período longe de casa, uma das melhores formas de evitar curto-circuito é desligar a energia, ou então, retirar os aparelhos da tomada. Assim, é possível economizar na conta de luz, bem como evitar qualquer dano por oscilações na rede, além de impedir que curtos e incêndios aconteçam.

O que fazer diante de um curto-circuito?

Ao notar algum sinal de curto-circuito, você pode tomar algumas medidas para evitar danos piores. Por exemplo, no caso de ligar um aparelho e começar a sentir cheiro de queimado, desligue-o e retire-o da tomada. Nesse caso, verifique se houve algum dano e se o problema pode ter acontecido por causa do equipamento. No caso de acontecer alguma queima de fusível, troque a peça e esteja atento para a necessidade de chamar um profissional, a fim de verificar a rede elétrica, principalmente se a situação se repetir. Já se o curto aconteceu e acabou gerando um incêndio elétrico, é importante não entrar em pânico. Neste caso, nunca jogue água para apagar o fogo em equipamentos ou instalações. Afinal, ele pode favorecer choques elétricos. Sendo assim, o mais recomendado é usar extintores de incêndio secos. Além disso, caso não estejam disponíveis ou houver fumaça na rede elétrica, procure desligar a chave geral, chamar os bombeiros e sair do local. A energia elétrica é essencial para nossa vida diária. Porém, seu sistema pode ficar sujeito a diversos fatores que impedem o bom funcionamento de aparelhos, bem como levam a riscos, como incêndios e choques. Por isso é fundamental saber como evitar curto-circuito com boas práticas, que vão garantir a segurança de seus equipamentos e de sua família. Gostou do post? Assine a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este!
Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *