Energia solar em empresas: como implementar para reduzir custos - Solarprime

Energia solar em empresas: como implementar para reduzir custos

Energia solar em empresas: como implementar para reduzir custos
A tarifa de energia elétrica está com preços cada vez mais elevados. O uso da energia solar em empresas é uma opção para reduzir os custos — trazendo diversos benefícios para o seu negócio. 
 
A diminuição das despesas com a geração da própria energia, em vez daquela comercializada pelas distribuidoras do setor elétrico, é um deles. Veja como é fácil e vantajoso implementar esse sistema no seu empreendimento. Vamos lá?

Implementação de geração fotovoltaica

O primeiro passo para adquirir o produto é procurar uma empresa especializada e realizar uma consultoria. Na Solarprime, por exemplo, fazemos isso para você. Depois que o projeto estiver elaborado, o contratado solicitará o acesso ao sistema solar junto à distribuidora de energia. Logo após, será iniciada a implantação no local escolhido.
 
A instalação das placas fotovoltaicas é simples, sendo realizada com rapidez, porém essa tarefa deve ser executada por profissionais. Por se tratar de um sistema modular, à medida que a necessidade energética aumentar, mais painéis podem ser adicionados. Os equipamentos que constituem o kit de energia solar são, primordialmente, as placas e o inversor.
 
Como articulado, os painéis são alocados e fixados no telhado da empresa. Aqueles são conectados ao inversor solar e, este, à rede elétrica local. Essa é a etapa final do processo. Após a instalação, o sistema de energia solar iniciará a produção de eletricidade e, nesse momento, a economia começa.
 
Os painéis fotovoltaicos são robustos e quase não necessitam de manutenção, mas estão sujeitos às condições do ambiente, acumulando poeira e excrementos de pássaros. Para a limpeza, é recomendado apenas o uso de água. A própria chuva auxilia na lavagem do material. 

Funcionamento do painel solar

O sistema fotovoltaico gera energia usando a luz solar. Mas como exatamente a energia é transformada em eletricidade? Bem, é um processo relativamente simples.
 
A luz do sol é captada pelos painéis solares, criando um campo elétrico de corrente contínua (CC). O inversor instalado realiza a conversão da CC em corrente alternada, assim, a energia pode ser usada nas atividades da empresa. 
 
Aquilo que não for utilizado é exportado para a rede elétrica e vira crédito para ser usado depois. Caso o consumo seja maior, o sistema importa a eletricidade disponibilizada pela distribuidora.

Benefícios da energia solar

O uso de energias renováveis vem crescendo no mundo. O Brasil tem alta incidência de irradiação solar — apresentando condições climáticas favoráveis ao uso dessa tecnologia. São inúmeras as vantagens associadas ao investimento. Veja, a seguir, alguns benefícios.

Redução de custos

As tarifas cobradas pelas companhias do setor elétrico são instáveis e a eletricidade tem uma grande parcela no orçamento. As variações nas taxas devem-se aos constantes quadros de escassez de água que o país apresenta. Quando os reservatórios das hidrelétricas estão com os níveis baixos, o governo aciona a produção de energia por meio de usinas térmicas, fator que encarece a geração.
 
O uso da energia solar em empresas é uma excelente alternativa para a redução da conta de luz — havendo diminuição dos custos operacionais, o que contribui positivamente no balanço final do seu empreendimento. A vida útil de uma placa solar é de 25 anos, em média. Logo, nesse período, você desfrutará da geração de energia gratuita, podendo reduzir, em até 95%, o valor da sua fatura atual.
 
O retorno do investimento em um sistema solar vem a curto e médio prazo, e a economia é certa. Ao final de cada mês, caso a produção de energia ultrapasse o consumo, o excedente é creditado pela concessionária. Esse valor a mais pode ser utilizado em até 60 meses.

Energia sustentável

Nesse processo, não existe a emissão de poluentes. Fontes energéticas, como a queima de combustíveis fósseis, produzem gases de efeito estufa que impactam o meio ambiente. A geração de eletricidade utilizando painéis solares:
  • não gera dióxido de carbono — gás que retém o calor na atmosfera, contribuindo para o aquecimento global;
  • não emite óxido de enxofre, metano ou mercúrio, como as termelétricas a carvão, prejudicando, ainda mais, a qualidade do ar;
  • não produz nenhum resíduo com alto potencial de poluição ambiental, como a energia nuclear.

Valorização da imagem institucional

A energia solar é uma forma de produção energética limpa, renovável e segura. Os consumidores começaram a ter mais consciência ecológica e a valorizar práticas sustentáveis, preferindo comprar com empresas que estejam comprometidas com as causas ambientais. Além disso, os funcionários sentem-se mais estimulados em trabalhar em locais socialmente responsáveis.

A imagem da empresa permanece valorizada ao encontrar formas de produção usando recursos naturais sem impactar o ecossistema. A divulgação dessas ações é boa para a lucratividade dos negócios.

Possibilidade de financiamento

Energia solar é cada vez mais rentável para o mercado. As reduções nos preços dessa tecnologia e o financiamento inovador incentivam a obtenção dos sistemas fotovoltaicos. Além disso, existem linhas de financiamento atraentes — o valor pago atualmente na conta de luz pode ser trocado por uma prestação de quantia igual, ou, até mesmo, inferior à fatura atual.
 
A Caixa Econômica Federal, por exemplo, permite o financiamento de equipamentos de energia fotovoltaica por meio da sua linha de crédito Construcard. Os prazos são flexíveis, podendo ser parcelados em até 240 meses.
 
O programa FNE SOL, do Bando do Nordeste, financia todos os componentes, bem como a instalação dos sistemas. O prazo de pagamento é de 12 anos, com carência de 6 meses a 1 ano.
 
São muitas oportunidades que facilitam a compra do seu sistema. Além desses bancos, existem outros, como Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Santander e o Banco do Brasil, que disponibilizam linhas de crédito com prazos distintos.

Energia solar industrial

O setor industrial também pode usufruir dos benefícios da geração da própria energia. Mesmo com a demanda contratada, a implementação de um sistema de energia solar pode trazer economia. 
 
É preciso ter em mente que a indústria realiza consumo energético em tarifários de ponta e fora de ponta. Um sistema fotovoltaico gera energia elétrica durante o dia, ou seja, fora de ponta. Portanto, a potência do módulo teria que focar no abatimento desse período.
 
Para que o consumo fora de ponta seja 100% abatido pelos painéis, talvez seja necessário o aumento da demanda — o que pode ser vantajoso, pois a economia é significativa. Caso não queira realizar essa alteração, os módulos não podem exceder o valor contratado. Além disso, a fábrica estaria isenta dos impostos ICMS, PIS e COFINS.
 
A implementação da energia solar em empresas é realmente um investimento acertado. É possível aproveitar as vantagens de gerar a própria energia, diminuindo os gastos e ficando despreocupado com os constantes aumentos das tarifas de luz. Com o financiamento, a aquisição dessa tecnologia torna-se, a cada dia, mais fácil. Aposte nessa ideia!
 
Viu como a energia solar é uma ótima escolha? Quer saber mais? Entre em contato conosco! Estamos à disposição para atendê-lo!
Related Posts
2 Comments

Justo o que eu procurava, muito obrigada!

Juliana Pereira

Justo o que procurava sobre financiamento para energia solar. Obrigada!

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *