4 dicas de como fazer um planejamento financeiro familiar - Solarprime

4 dicas de como fazer um planejamento financeiro familiar

4 dicas de como fazer um planejamento financeiro familiar

Ter um planejamento financeiro familiar é o ponto de partida para o sucesso das finanças de uma casa. Sem ele, é como andar de olhos vendados e normalmente o resultado dessa conduta são dívidas cada vez maiores. Para que isso não aconteça em sua residência, é preciso planejar com cuidado o equilíbrio entre o dinheiro que se ganha e aquele que se gasta.

Este artigo traz a tona esse tema. Lendo o texto, você se deparará com argumentos que mostrarão porque esse plano é tão importante. Logo após, saberá quatro dicas muito boas para colocar a situação em ordem e, assim, acumular bastante riqueza.

Não perca tempo e leia agora mesmo!

Qual é a importância de ter um planejamento financeiro familiar?

Não é raro que algumas famílias se afundem em dívidas. O que pouca gente sabe é que isso é uma consequência da falta de organização financeira. O núcleo familiar que não sabe quanto entra de receita e quanto sai de despesa, facilmente acaba gastando mais do que ganha e acumula dívidas.

Além disso, ter um planejamento financeiro familiar ajuda a enfrentar momentos difíceis, como as épocas de crise. Quem é organizado financeiramente falando geralmente possui reservas de emergência acumuladas ao longo do tempo e que servem para manter o padrão de vida nesses períodos.

Como fazer um planejamento eficiente?

Acompanhe as principais dicas para fazer um plano financeiro que funcione.

1. Descreva as receitas e despesas

O primeiro passo é começar do começo, ou seja, é preciso trazer claridade para as contas da casa. Sem ter essa noção, dificilmente algum plano será montado. Sendo assim, inicie a tarefa anotando todos os recursos auferidos no mês. Em sentido oposto, descreva também todos os gastos necessários para manter a casa.

2. Delegue o controle das despesas

Existe um antigo ditado que diz que um cachorro que tem dois donos morre de fome. Pois é, colocar algumas tarefas nas mãos de várias pessoas é pedir para que ela não seja cumprida. Tendo isso em mente, eleja algum familiar e confira-lhe a missão de controlar todos os gastos tidos na casa. Assim, não será gasto mais do que o planejado.

3. Construa uma reserva de emergência

Como nem tudo pode ser planejado, é preciso ter um recurso que esteja sempre disponível. A finalidade desse dinheiro será em caso de extrema necessidade, quando algo repentino acontecer e for necessário fazer um gasto que não estava previsto.

4. Invista o montante acumulado

Mesmo após a reserva ser formada, não pare de acumular o recurso excedente. Se você tiver a meta de que é preciso viver com menos dinheiro do que se ganha, verá que a cada mês um pouco de dinheiro deve ser acumulado a mais. No entanto, esse recurso não pode ficar “parado”. Portanto, invista-o.

O planejamento financeiro familiar é muito importante para colocar as finanças da casa em ordem. Caso já esteja arrumada, um plano ajuda a aumentar o patrimônio, pois o dia da aposentadoria chegará. Ponto de forte relevância é cumprir o que foi proposto no planejamento, pois do contrário não adiantará escrever no papel e não levar a sério. Assim, dívidas podem ser sanadas, reservas de emergência serão criadas e o patrimônio crescerá ao longo do tempo.

Gostou do conteúdo? Então aproveite e leia também o artigo sobre como ensinar os filhos a economizar!

Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *