Entenda como fazer propaganda no mercado de energia solar - Solarprime

Entenda como fazer propaganda no mercado de energia solar

Entenda como fazer propaganda no mercado de energia solar
Diz-se popularmente que a propaganda é a alma do negócio. De fato, qualquer empresa só conseguirá que os seus produtos e serviços tornem-se conhecidos por meio de uma comunicação convincente. A questão é que, atualmente, existem diversas formas de trabalhar a comunicação social, especialmente com o crescimento da internet. No caso da propaganda de energia solar, trata-se de um assunto bastante específico, mas com potencial para atrair a atenção de muita gente. Mas como aproveitar esse potencial? Quais ferramentas podem viabilizar uma comunicação informativa e ao mesmo tempo persuasiva para as franquias? Para descobrir as respostas, continue a leitura deste artigo.

Elaboração de uma estratégia de comunicação para franquias

O mercado de franquias é extremamente vantajoso para os que nele se aventuram. No entanto, todas essas vantagens promovem um aumento na concorrência, o que se verifica em praticamente todos os segmentos. Para vencer essa concorrência, é preciso que as empresas marquem presença exatamente onde o seu público-alvo também se faz presente. Por isso, o primeiro passo é conhecer a fundo esse público. Além das tradicionais características demográficas — gênero, faixa etária, faixa de renda, profissão, escolaridade e localização geográfica —, também é importante traçar um perfil psicográfico desse público, respondendo às seguintes perguntas:
  • Qual é o estilo de vida desse cliente em potencial? O que ele faz em seu tempo livre?
  • Quais são os seus medos, sonhos, preocupações, desejos e necessidades?
  • Como é o processo de decisão de compra desse indivíduo?
  • Quais meios de comunicação e informação ele utiliza? Com que frequência?
  • De que forma o seu produto/serviço pode transformar positivamente a vida dele?
Segmentando bem o público, as franquias conseguem chegar a um perfil de cliente ideal. Os meios de comunicação de massa — os tradicionais: televisão, rádio, jornais e revistas — são efetivos, mas é importante avaliar as alternativas. Nesse sentido, a internet também é uma ferramentas muito eficaz, porém, mais econômica para alcançar o perfil de público desejado. Isso permite que as suas campanhas sejam otimizadas e que você alcance um resultado mais assertivo, promovendo um aumento na entrega dos leads.

Ferramentas de marketing para franquias

Confira a seguir algumas ferramentas de marketing que fazem a diferença na vida das franquias.

Sites, blogs e materiais ricos

O comportamento do consumidor mudou. Se, antigamente, ele pesquisava produtos e preços nos catálogos e pontos de vendas, hoje em dia ele faz tudo isso pela internet. Por isso, é essencial que as empresas marquem presença no mundo digital, e o primeiro passo para que isso aconteça é a criação de um site completo e informativo. Atualmente, o site funciona como uma vitrine. Quanto mais uma empresa comunicar os seus valores, os seus produtos e os seus serviços por meio de textos e imagens, mais o consumidor confiará na instituição. A informação é a moeda de troca da atualidade. Além do próprio site, as empresas também podem (e devem!) investir em blogs e em materiais ricos — como infográficos, tutoriais e e-books. Todos esses conteúdos são chamarizes para os potenciais clientes. Além disso, eles demonstram que a empresa tem autoridade em sua área de atuação e sabe do que está falando.

Google e SEO

Como citado anteriormente, hoje em dia, o consumidor utiliza a internet para encontrar as soluções de que necessita. Para isso, a mais popular ferramenta de busca é o Google. Dessa forma, as franquias que desejam ganhar visibilidade e força competitiva precisam aparecer entre os primeiros resultados da página de busca pesquisada por seu público. Por isso, cabe às empresas produzir conteúdos originais e de qualidade, explorando principalmente as palavras-chave mais buscadas por seu público. No caso da propaganda de energia solar, algumas palavras-chave recomendadas podem ser: “energia solar fotovoltaica”, “painel solar”, “energia solar — vantagens e desvantagens”, entre outros termos. Essa estratégia chama-se SEO (Search Engine Optimization, do inglês, “Otimização para Mecanismos de Busca”). Essa pesquisa de palavras-chave ajuda as equipes de marketing a construir conteúdos relevantes com base nos assuntos sugeridos. Além disso, as empresas também podem utilizar o Google Ads, a plataforma de anúncios pagos do Google, com links patrocinados, embora o ranqueamento orgânico demonstre maior efetividade.

Redes sociais

Quando o assunto é marketing digital, as redes sociais não podem ficar de fora. Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e WhatsApp estão entre as redes sociais mais utilizadas no Brasil e no mundo. No entanto, é preciso que as empresas façam uma pesquisa para identificar quais dessas redes são mais estratégicas, de acordo com o comportamento de seu público-alvo. Após essa decisão ser tomada, os times de marketing e comunicação devem elaborar uma série de posts criativos que tragam engajamento, ou seja: curtidas, comentários, compartilhamentos, enquetes, entre outros recursos. Para isso, as postagens devem mesclar conteúdos informativos com conteúdos promocionais. Isso quer dizer que, na propaganda de energia solar, a empresa deve ressaltar as vantagens dessa fonte de energia, explicar como ela é obtida e trazer curiosidades sobre o ramo, além de falar de si mesma para conquistar o público. É importante que um profissional cuide apenas das redes sociais da empresa, respondendo os comentários e monitorando os posts mais curtidos — que podem ser impulsionados e transformados em anúncios pagos (como ocorre no Facebook Ads), com o objetivo de trazer novos clientes em potencial. É possível fazer segmentações de público incrivelmente precisas por meio dessas ferramentas.

E-mail marketing e fluxo de nutrição

As estratégias de SEO, os sites, os blogs, os materiais ricos e as redes sociais são considerados as vitrines do negócio, isto é, são ambientes digitais para a publicação de conteúdos de qualidade. O objetivo dessa produção constante de conteúdo é um só: obter dados de pessoas com potencial interesse na empresa. Em alguns desses conteúdos, como uma live no YouTube ou um e-book, a organização precisa incluir pequenos formulários que permitam a obtenção desses dados em troca do conteúdo relevante. Assim, a empresa conseguirá construir uma lista de contatos, obtida organicamente (sem ser paga), contendo apenas pessoas com algum interesse no negócio — os chamados “leads quentes”. Com esses dados em mãos, a empresa pode disparar e-mails com conteúdo informativo ou promocional, sem ser invasiva e sem lotar a caixa de entrada de quem não estiver interessado. Esses e-mails compõem o chamado “fluxo de nutrição”, uma série de e-mails que permitem a construção de um relacionamento, despertando o interesse nesse potencial cliente e estimulando-o à compra.

Outras estratégias

Além das estratégias acima, que são muito eficazes no marketing digital, há outras que também podem ser utilizadas, como a participação em fóruns digitais específicos sobre o tema, ações promocionais, parcerias com influenciadores (celebridades ou autoridades do assunto), entre outros mecanismos. Independentemente da estratégia adotada, o importante é contar com profissionais e agências especializadas em propaganda e marketing. Cuidar da propaganda de energia solar não é uma tarefa simples, pois exige muita dedicação e empenho. Por isso, vale a pena deixar a comunicação nas mãos de quem realmente entende do assunto. Para saber mais sobre o universo da energia solar fotovoltaica, siga-nos nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e Vimeo.
Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *