Saiba como escolher o sistema de energia solar certo para sua casa - Solarprime

Saiba como escolher o sistema de energia solar certo para sua casa

Saiba como escolher o sistema de energia solar certo para sua casa

Um sistema de energia solar é a saída para diminuir os custos com a conta de luz sem precisar reduzir o conforto da família. Não à toa, essa tecnologia é tendência, já disponível para residências, com capacidade de minimizar em até 95% as despesas com energia elétrica.

Além de ser um tipo de energia limpa, não poluente, a energia solar é renovável e ilimitada. E, sem nem saber, é bem provável que você já a utilize na sua residência. Quer ver? O uso mais comum de energia solar, por exemplo, é aproveitar a luz do Sol para secar roupas no varal!

Mas existem muitas outras formas de utilizar essa energia em casa. É possível utilizar a luz natural do Sol como fonte de iluminação nos ambientes, para climatização da água ou para gerar energia elétrica, a partir de um sistema de energia solar. E é sobre isso que falaremos neste post!

Continue lendo e confira:

O que é um sistema de energia solar

Grosso modo, um sistema de energia solar é o conjunto de dispositivos utilizados para transformar a energia do Sol em calor ou energia elétrica.

A energia solar é absorvida via coletores — que são conjuntos de placas popularmente conhecidas como painéis solares — ou via tubos a vácuo. Comumente, esses componentes são instalados no telhado do imóvel a ser beneficiado. Dependendo da sua finalidade, ambientes residenciais e comerciais podem se beneficiar de dois tipos de energia solar:

Energia térmica

Aqui, a energia térmica surge pela geração de calor a partir radiação solar. Para produzi-la é necessário absorver a luz do Sol, ou seja, captar calor suficiente para aquecer a água, de acordo com o seu destino: piscinas, torneiras ou chuveiros.

Também é possível utilizar essa energia térmica para aquecer ambientes, substituindo lareiras, aquecedores elétricos e o ar-condicionado tradicional. Seja como for, o sistema de energia solar térmica costuma ser composto, basicamente, por:

  • estrutura de suporte;
  • reservatório térmico;
  • central eletrônica de controle;
  • painel solar ou tubos coletores;
  • circuito hidráulico (tubulação, bombas e válvulas).

Para melhor eficiência, os aquecedores solares requerem apoio energético — um acessório que garanta que a temperatura desejada da água seja atingida, mesmo em dias chuvosos ou nublados. Esse item auxiliar pode ser um aquecedor a gás ou uma resistência elétrica.

Energia fotovoltaica

Já a energia fotovoltaica surge por meio da geração de energia elétrica a partir da luz do Sol, sem que esta precise passar pela fase de energia térmica. Para produzi-la, é necessário captar a radiação solar e transformá-la em corrente elétrica.

De forma geral, os componentes desse sistema fotovoltaico são:

  • cabos;
  • inversores;
  • painel solar;
  • estrutura de suporte;
  • controladores de carga.

Aqui também se requer apoio energético para uma melhor eficiência, uma fonte alternativa de energia para quando houver pouca ou nenhuma energia solar. O sistema pode estar conectado à rede elétrica ou usar baterias para esse fim.

Vantagens financeiras do sistema de energia solar

Modernização e valorização do imóvel

Além da influência positiva da estética, a crescente preocupação com o meio ambiente e aumento da busca por fontes de energias renováveis são os principais fatores que contribuem para a valorização dos imóveis que têm sistema de energia solar.

Inclusive, pesquisas recentes revelam que os imóveis que contêm um sistema desses conseguem cerca de 10% de valorização, em média, e são vendidos até 30% mais rápido do que os outros.

Praticidade na manutenção

Manter um sistema de energia solar funcionando em casa requer poucos cuidados. Como a chuva impede o acúmulo de folhas e pó sobre os painéis, só eventualmente é necessário realizar uma limpeza, utilizando pano úmido e detergente neutro, para garantir a conservação do sistema.

Economia nas despesas de casa

A partir da adoção do sistema, o orçamento doméstico diminui sem a necessidade de “cortes” nos hábitos da família. E o dinheiro economizado com a significativa redução na conta de energia elétrica — que pode chegar a 95% — vira recurso para se investir em outros projetos.

Cuidados ao adquirir um sistema de energia solar

Existem diversas configurações possíveis em um sistema de energia solar, dependendo da demanda de energia do imóvel, da sua finalidade de uso, do local da instalação do sistema e do espaço disponível.

Além desses aspectos, outros pontos importantes devem ser considerados. Veja, a seguir, o que avaliar antes de escolher um fornecedor:

Tolerância de potência

A ficha técnica do produto deve informar qual é a sua variação de potência, ou variação por tolerância. Esse número representa a energia real gerada pela placa do sistema, e está diretamente ligado à quantidade de energia que será gerada pelo equipamento.

Qualidade da estrutura

Prefira painéis com moldura aparafusada ou soldada. Os modelos colados são menos resistentes.

Tipos de painel

Os modelos de painéis variam conforme as suas caraterísticas técnicas e a eficiência energética, com influência direta sobre o seu preço. Os principais tipos de painéis solares são:

  • monocristalino: alto rendimento;
  • policristalino: médio rendimento;
  • filme fino: baixo rendimento.

Inversores

Avalie com atenção a procedência e a marca dos inversores. Esses componentes são os responsáveis por garantir a segurança do sistema e monitorar a geração de energia, além de “converter” a energia gerada em uma corrente elétrica “utilizável” na sua casa.

Garantia

Os sistemas de energia solar são constituídos por vários componentes, que precisam resistir às intempéries e à ação dos raios UVA e UVB diariamente. No geral, o sistema “inteiro” deve oferecer uma garantia em torno de 25 anos, que é a durabilidade prevista do produto.

Eficiência energética

Componentes de marcas confiáveis atingem o final da garantia com eficiência energética preservada. É o caso, por exemplo, dos painéis solares de boa procedência, que chegam ao final da sua vida útil com 80% da eficiência energética inicial.

Como não ter prejuízos com um sistema de energia solar

Por fim, para que o seu investimento valha a pena e você realmente economize, em vez de jogar dinheiro fora, escolha bem o seu fornecedor. Para isso, considere:

Projeto

Fatores como o consumo de energia e a localização geográfica do imóvel, bem como o nível de irradiação solar no local e a existência de sombras interferentes, devem analisados para elaboração de um projeto personalizado às necessidades de cada cliente.

Isso vai determinar o tamanho, o modo de funcionamento e os componentes do sistema. E só um profissional capacitado poderá elaborar um projeto adequado, nesse sentido.

Instalação

Uma instalação profissional garante também o pleno funcionamento do sistema, em sua capacidade máxima.

Burocracia

Além de te orientar em relação à aquisição dos equipamentos mais adequados às suas necessidades, um fornecedor especializado saberá lidar com os trâmites da distribuidora local de energia elétrica.

Enfim, gostou do post? Agora que você já viu algumas das vantagens de utilizar a energia solar na sua casa e os pontos que merecem a sua atenção quanto a essa decisão, conheça as soluções que a Solarprime oferece para você e para a sua família!

Nossa equipe pode identificar as suas necessidades e oferecer o sistema de energia solar que mais se encaixa no seu perfil de consumo. Entre em contato conosco

Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *