A energia solar é muito vantajosa para os seus usuários, pois promove economia com a conta de luz, contribui para a sustentabilidade e é um investimento com retorno garantido. Mas, como toda tecnologia, desperta dúvidas quanto à qualidade dos seus equipamentos, principalmente em relação aos possíveis riscos causados por intempéries como a chuva de granizo.

Neste texto, falaremos mais sobre a resistência dos painéis solares, especialmente em relação aos impactos desse tipo de chuva. Continue lendo para tirar as suas dúvidas sobre o assunto.

Qual a resistência à chuva de granizo e a outras intempéries?

Se considera instalar um sistema de geração de energia fotovoltaica em sua residência ou em seu escritório, é importante saber as informações a seguir:

Granizo

As placas solares são formadas por células fotovoltaicas, pequenas unidades feitas de material semicondutor, que tem a capacidade de converter em eletricidade os raios do sol. De fato, esse é um material sensível que pode sofrer danos diante de uma chuva de granizo. No entanto, esse equipamento apresenta várias camadas de proteção que envolvem as células.

Essas células costumam ter menos de 2 milímetros de espessura, sendo uma lâmina extraída do silício puro. Assim, o processo de fabricação é feito com cuidado. Como esse equipamento estará diretamente exposto ao sol, um filme encapsulante com proteção UV cobre a lâmina, evitando o envelhecimento causado pelos raios.

Na superfície, é colocado o vidro fotovoltaico, feito especialmente para módulos fotovoltaicos. Ele tem baixo teor de ferro, o que diminui a reflexão, fazendo com que o máximo de luz passe por ele. Ainda, sua estrutura tem alta resistência a impactos, aguentando pedras de granizo que o atingem a uma velocidade de até 50 mph (milhas por hora).

Ventos fortes

Por se tratar de um país quente, o Brasil apresenta muitas tempestades tropicais, especialmente no período do verão. Por isso, os módulos fotovoltaicos são testados para garantir resistência a ventos de até 120 km/h. Mais uma vez, a instalação de qualidade é importante, porque todos os parafusos precisam estar bem presos.

Qual a manutenção e os cuidados necessários com esse equipamento?

A manutenção dos painéis fotovoltaicos deve ser feita pensando na durabilidade e na eficiência. Assim, é necessário limpá-los com certa frequência para tirar a camada de poeira que se forma, além de outros objetos como folhas e galhos.

É preciso fazer uma inspeção nos parafusos, garantindo que estão bem presos. A fiação também deve ser verificada, para evitar situações que podem causar curtos-circuitos e incêndios, como fios desencapados. Na superfície, devem ser observados arranhões e possíveis trincas, que prejudicam a vida útil do sistema.

Pronto! Agora você já sabe como funciona a resistência dos painéis solares a impactos, especialmente em se tratando de chuva de granizo. Esse equipamento é feito com alto padrão de qualidade, respeitando normas internacionais e sendo testado para não ser danificado durante as chuvas.

Gostou desse artigo? Então continue no nosso blog e veja se o sistema solar fotovoltaico vale a pena! Você também pode seguir a Solarprime nas redes sociais.

Comments

comments