Afinal, o que é uma casa inteligente? Saiba aqui! - Solarprime

Afinal, o que é uma casa inteligente? Saiba aqui!

Afinal, o que é uma casa inteligente? Saiba aqui!

Não é novidade que estamos passando por uma grande transformação digital. A cada ano, surgem novas tecnologias que, tornando-se populares, chegam ao nosso dia a dia com extrema rapidez. Uma dessas áreas é a Internet das Coisas, que permitiu tornar objetos comuns conectados e cumprindo funções que seriam impossíveis 10 anos atrás. Expandindo essa área ainda mais, encontramos o conceito de casa inteligente, uma grande promessa para o futuro. 

No post a seguir, descubra o que é essa casa e quais são suas vantagens. Veja também como você pode ter uma casa assim e como ela se relaciona com a sustentabilidade. Boa leitura! 

Casa inteligente: o que é e quais são suas vantagens? 

Basicamente, uma casa inteligente é uma residência altamente tecnológica e automatizada, que conta com equipamentos com inteligência artificial, focados em melhorar esse lar para que: 

  • seus moradores vivam com mais qualidade de vida e mais tempo; 
  • tarefas básicas possam ser realizadas de forma automática; 
  • recursos naturais sejam poupados; 
  • as despesas sejam reduzidas
  • o ambiente seja mais seguro e controlado pelo morador. 

E quando isso vai acontecer? Já está acontecendo. Por exemplo, por meio da Internet das Coisas, quando vemos robôs autolimpantes que se conectam a nossos celulares, geladeiras capazes de avisar você, no celular, que um produto acabou ou sensores de luzes, que apagam para poupar energia, quando não há ninguém no cômodo. 

No futuro, o avanço será ainda maior. Isso porque, com a coleta de dados e aprendizado de comportamentos, por meio da inteligência artificial, os aparelhos serão ainda mais interconectados e poderão prever situações e problemas, resolvendo-os. Por exemplo, no caso da geladeira, poderá ser programada para fazer sua lista de compras baseada em seus gostos e necessidades, enviar para o smartphone, que poderá fazer o pedido para o supermercado. 

Aliás, essa conexão entre os equipamentos é fundamental para que você possa controlar tudo da palma da mão, pelo smartphone, mesmo não estando em casa. 

Como ter uma casa inteligente? 

Quer ter uma casa inteligente? Para começar, você vai precisar de, pelo menos, dois itens que sejam conectados. Nesse caso, as opções são variadas. 

Sistema de luzes 

Imagine a situação, você sai de férias por duas semanas e deixa as luzes acesas. No final do mês, terá um gasto considerável, certo? Pois com a casa inteligente isso não acontece. Nesse sistema, você pode acompanhar tudo pelo smartphone, desligando o que ficou aceso, acendendo as luzes, mudando suas cores e até diminuindo sua intensidade, conforme cada lâmpada. 

Atualmente, elas já existem e custam a partir de R$60 cada, podendo ser conectadas com assistentes pessoais inteligentes, que devem ser compatíveis para permitir o funcionamento. 

Sistema de segurança 

Uma grande vantagem da casa inteligente é seu objetivo de ser mais segura. Nesse quesito, você pode investir em tecnologias que permitam um grande controle de todos os pontos. Por exemplo, com câmeras conectadas, é possível acompanhar tudo o que se passa dentro e fora de casa, mesmo estando longe. Assim, o próprio sistema é capaz de chamar a polícia, caso ocorra alguma ocorrência.

Já em termos de alarme, a casa inteligente permite a instalação de kits de segurança, como sensores de movimento, que podem ser colocados em portas e janelas e acompanhados à distância, fazendo com que você tenha maior controle programando horários, acendendo luzes caso haja um movimento suspeito e criando padrões de segurança, conforme os hábitos da família; inclusive, realizando tudo isso por voz. 

Eletrodomésticos 

Como você viu, os eletrodomésticos já estão caminhando para se tornarem mais inteligentes. Nesse caso, além da evolução de robôs de limpeza e geladeiras já citados, podemos esperar muito mais integração em equipamentos que já usam ou ainda devem usar essa inteligência, como: 

  • máquinas de lavar; 
  • televisões; 
  • micro-ondas. 

Assistentes pessoais 

Já ouviu falar em Alexa, Cortana, Siri, Google assistente…? Pois então, essas tecnologias nada mais são do que assistentes pessoais, criados há alguns anos e que hoje são amplamente utilizados em nosso dia a dia. 

Conectados em computadores, smartphones, smartwatches e até caixas de som, eles têm a função de cumprir tarefas básicas, facilitando a sua rotina. Por exemplo: 

  • ligar para alguém; 
  • pesquisar uma informação; 
  • buscar o endereço de algum lugar; 
  • chamar um táxi ou Uber. 

Na casa inteligente, eles também têm funções importantes, já que é por esses meios que você pode dar ordens para que as coisas aconteçam. No futuro, eles serão ainda mais utilizados, podendo, inclusive, aprender mais sobre seus hábitos e realizar ações com base nesses dados. 

Casa inteligente vale a pena? 

A casa inteligente é um sonho de ficção-científica que está se tornando realidade. Porém, ela ainda envolve alguns aspectos que devem ser melhorados ou que você precisa dar atenção para que funcionem. Por exemplo: 

  • é preciso uma boa conexão de Wi-Fi para conectar os aparelhos; 
  • a conexão remota depende de energia para funcionar; 
  • criar uma casa inteligente ainda é muito caro; 
  • seus dados e equipamentos podem ficar sujeitos a invasões, se não forem bem protegidos. 

Por que a casa inteligente tem a ver com sustentabilidade? 

Apesar de ainda não ser acessível a todos, investir em uma casa inteligente é um passo importante rumo à sustentabilidade. Afinal, todas as suas ações visam o melhor uso de recursos naturais, promovendo economia de água e energia, algo que também influencia na economia de despesas. 

Na mesma linha, mas em tecnologia mais acessível, temos hoje os sistemas de painéis solares. Maximizando o uso de energia solar e transformando-a em elétrica, eles conseguem fazer sua casa funcionar — seja ela inteligente ou não —, gastando menos recursos da central, já que usa uma fonte renovável, o que também garante a economia

No futuro, esses dois sistemas podem até se interligar, permitindo que você decida em qual aparelho consumir a sua energia solar. Mas agora, o que podemos concluir é que uma casa inteligente, que une outras tecnologias sustentáveis, como os painéis solares, além de mais valorizada, é um espaço melhor para se viver. Além disso, pode trazer inúmeros benefícios para você e para o futuro do planeta. 

Gostou do post e quer conhecer mais tecnologias sustentáveis? Confira o artigo

Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *