Guia completo para você começar a investir em energia solar - Solarprime

Guia completo para você começar a investir em energia solar

Guia completo para você começar a investir em energia solar

Se você está buscando empreender ou investir, é importante conhecer bem todas as possibilidades, a fim de encontrar o ramo certo e fazer seu negócio ter sucesso. Dessa forma, você pode começar explorando novos mercados que estão em crescimento, como a possibilidade de investir em energia solar. 

Neste guia completo, saiba como anda esse mercado e se vale a pena investir nele. Veja também porque o modelo de franquia de energia solar pode ser sua melhor opção. Além disso, conheça todas as vantagens do formato e como começar. Por fim, confira os diferenciais da Solarprime e por que podemos ser o seu parceiro ideal. Boa leitura! 

1. O que é energia solar? 

Como o nome já diz, a energia solar provém do sol. Quando falamos em utilizá-la, nos referimos à adoção de alguma tecnologia, que aproveita o calor e luz dessa energia, de diversas formas. 

Dessa forma, você pode aproveitar o sistema fotovoltaico, por exemplo, para captá-la e transformá-la em energia elétrica, para alimentar aparelhos diversos em: 

  • residências; 
  • prédios comerciais; 
  • indústrias; 
  • propriedades rurais. 

2. Como anda esse mercado? 

Há alguns anos, a energia solar tem se tornado cada vez mais acessível e, consequentemente, mais popular.

Para começar, usá-la é optar por uma fonte renovável, que traz diversas vantagens. Por exemplo, além de ser infinita, dada sua fonte ser o sol, ela é produzida sem danos à natureza, pois o processo não gera poluentes. Aliás, ela promove a economia com a energia elétrica tradicional, o que faz diferença em termos de sustentabilidade. 

Além disso, tem aumentado o interesse das pessoas por gerar sua própria energia. Nesse caso, as vantagens envolvem, além da sustentabilidade: 

  • investimento mediano; 
  • valorização de imóveis; 
  • contas de energia mais baratas; 
  • manutenção baixa; 
  • durabilidade dos painéis solares por décadas. 

Sendo assim, não é à toa que o mercado de energia solar deu um salto. Segundo a Absolar, em 2017, 17% da potência de energia solar no Brasil era correspondente à geração distribuída — sistema que envolve a geração no local ou próximo a ele, como em casas e outros tipos de imóveis. 

Já em maio de 2021, esse número correspondia a 64%. Além disso, no período de apuração da pesquisa, desde 2012, os investimentos significaram: 

  • mais de 9,1 GW gerados, colocando a energia solar fotovoltaica como geradora de 1,8% da matriz energética brasileira; 
  • 505.415 sistemas fotovoltaicos conectados à rede; 
  • 0,7% dos consumidores brasileiros de energia elétrica recebendo créditos por seus painéis em funcionamento; 
  • 40,7% e 36,6% da geração distribuída correspondendo a residências e ao comércio, respectivamente; 
  • mais de 9,9% milhões de toneladas de CO² evitadas na produção de energia elétrica; 
  • mais de 275 mil novos empregos. 

3. Vale a pena investir em energia solar? 

Diante desse cenário, podemos dizer que: sim! Vale a pena investir em energia solar. Aliás, é interessante observar melhor as vantagens do setor como negócio. Afinal, você quer saber como lucrar com energia solar, certo? 

Crescimento e potencial 

Uma das melhores vantagens de investir em energia solar no Brasil é seu grande potencial. Por termos condições favoráveis a esse tipo de fonte renovável, como o sol constante o ano inteiro, as expectativas seguem em alta a curto e longo prazo. 

Em 2019, a energia solar cresceu 200%, em relação a 2018. Para 2021, a estimativa é um crescimento de 70%, em termos de capacidade de geração. Já em 2024, a expectativa é que sejam cerca de 887 mil sistemas conectados à rede. 

Mas a tendência não para por aí. Segundo o Plano Decenal de Expansão, do Ministério de Minas e Energia, em 2029, mais de 80% da energia no Brasil será proveniente de fontes renováveis. Ou seja, temos todas as condições para crescer ainda mais o uso da energia limpa no país. 

ROI

Todos que investem em um novo negócio, esperam um bom ROI, ou retorno de investimento. Aliás, esse fator é determinante na hora de tomar uma decisão em sua escolha. No caso de investir em energia solar fotovoltaica, não é diferente. 

Com a redução dos custos de instalação e popularização dos sistemas, além de sua duração ser por volta dos 25 anos, o payback pode ocorrer em média de 3 a 8 anos, dependendo de fatores como a potência instalada, consumo e incidência solar. Dessa forma, pode-se ter mais de uma década de lucro com o uso do painel que, se conservado, pode durar bem mais. 

Além disso, a economia na conta de energia se dá desde o primeiro momento, podendo chegar na faixa de 95% de redução. Assim, esses dois fatores são uns dos principais para que tantas pessoas estejam procurando instalar sistemas solares fotovoltaicos. 

Inflação energética 

Outro fator importante, que tem aumentado a procura por gerar sua própria energia, é a inflação energética.  

Com aumentos significativos na conta de luz, além de risco de racionamento e falta de energia — como aconteceu no Amapá, em 2020—, cada vez mais as pessoas querem se garantir. Por isso, optar por fontes renováveis pode ser a solução. 

Afinal, elas não estão sujeitas às mesmas condições da energia elétrica convencional. Aliás, é possível até usar a energia solar para alimentar geradores e baterias, que garantem a energia em situações de apagão ou à noite. 

Pela mesma razão, também não estão sujeitas às altas de preço. Ou seja, é uma forma de se proteger das altas tarifas, o que é um argumento atraente para se alcançar o público consumidor de quem quer investir em energia solar. Como consequência, você tem mais oportunidades de negócio. 

4. Por que investir em uma franquia? 

Existem algumas formas de se trabalhar com o setor, mas a melhor delas, com certeza, é a franquia de energia solar

Afinal, lidar com o público diretamente, implementando seus sistemas de painéis solares, é uma das melhores maneiras de garantir um ROI melhor. Mas para atender esse mercado em constante expansão, é preciso alguns fatores para o negócio dar certo, como: 

  • qualidade dos produtos utilizados; 
  • rápida realização; 
  • disponibilidade para atendimento em sua região; 
  • autoridade. 

Contudo, esses requisitos podem ser complicados de se conseguir logo no início. A autoridade, por exemplo, é algo que se conquista em anos. Já a disponibilidade, precisa de uma boa logística. Por sua vez, qualidade e rapidez na realização dependem de bons fornecedores e uma equipe preparada. Afinal, seu público vai fazer um investimento considerável e procura uma empresa em quem possa confiar. Então, o que fazer?  

Para resolver isso, é que você pode aproveitar todas as vantagens da franquia, na hora de investir em energia solar. 

5. Quais as vantagens para franqueados? 

Com tantos pontos importantes que seu negócio deve ter, a fim de alcançar o público e conquistar sua confiança, a franquia é a que melhor oferece o suporte e vantagens para os franqueados. 

Poder de marca 

Pense nas marcas que você conhece e em suas próprias decisões de compra. Você adquiriria um produto desconhecido? Ou pagaria mais caro, por algo que já conhece? Esse é o maior desafio de qualquer empresa que começa: estabelecer sua marca e mostrar ao consumidor que é confiável. 

Mas com a franquia, você não precisa se preocupar com isso. Afinal, a marca já existe há anos e é amplamente conhecida. Por isso, você aproveita desse fato para a sua própria unidade. Além disso, o esforço de expandir o nome não será seu. 

Negócio testado 

Outra vantagem da franquia é que ela é um negócio testado. Ou seja, você não está entrando às cegas no empreendimento, tendo que estabelecer tudo do zero. 

Aliás, pelo contrário. Você terá dados reais, que provam o sucesso da marca, além de cases sobre resolução de conflitos e indicadores de expansão, para avaliar melhor o negócio. 

Apoio total 

As franquias também oferecem apoio total a seus consumidores, pensando exatamente nos desafios que terão para atender seu público e oferecer o produto. Afinal, é interesse da marca que ela seja vista positivamente e reconhecida pela qualidade no mundo B2B. 

Portanto, você pode esperar: 

  • apoio total na implementação; 
  • treinamentos; 
  • suporte técnico. 

Estrutura de negócio 

Em uma franquia de energia solar, você não precisa se preocupar com a falta de conhecimento inicial no investimento. É claro que é importante que você conheça cada detalhe do negócio, mas você não precisa ser um engenheiro para saber como instalar painéis ou detalhes desse tipo. 

Isso porque, além de conhecer o perfil do consumidor de energia solar que você vai atender e oferecer produtos que ele espera, a franquia conta com a estrutura completa para a instalação dos sistemas. Portanto, você não vai fabricar painéis solares ou armazená-los por conta própria.

Retorno do investimento 

Por ser um mercado em tamanha expansão, o ROI para quem vai investir em energia solar é de curto prazo. Ou seja, você pode ter retorno da franquia em um prazo de poucos meses. No caso da Solarprime, essa estimativa é de 5 a 12 meses. 

Modelos 

Outra vantagem das franquias é que muitas empresas oferecem diversos modelos. Nesse caso, você não precisa de um grande investimento inicial, pois pode trabalhar com formatos mais compactos. 

Outra novidade, que anda alcançando o setor, é o modelo home office, decorrente da transformação digital. Com ele, você pode trabalhar de sua própria casa, reduzir custos consideráveis e alcançar um retorno excelente. Depois, é possível expandir o negócio para outros formatos físicos, caso você queira. 

6. Por onde começar? 

Quem vai investir em energia solar por meio de uma franquia, precisa estar atento a certos pontos no início. Veja alguns deles a seguir! 

Pesquisa do setor 

Para começar uma franquia, você não pode entrar sem saber de nada. Por isso, o primeiro passo é compreender melhor todos os pontos fortes e fracos do setor, a fim de definir se ele é o ideal para você. 

Além disso, é fundamental que você tenha afinidade, para que possa se dedicar totalmente em fazer o negócio dar certo. 

Público e área de atuação 

Outro ponto importante é conhecer o público e o que ele vai esperar de você. Além disso, deve estar atento às oportunidades de sua área de atuação, que pode ser a sua cidade, estado ou até país. 

Por exemplo, estudando as oportunidades locais, você pode identificar que a sua franquia de energia solar pode se sair muito bem atendendo a projetos em fazendas no seu estado. Dessa forma, será preciso entender um pouco melhor de como é o uso da energia solar no agronegócio.  

Modelo e orçamento 

Como você viu, existem diversos modelos de franquias. Portanto, você deve escolher a empresa que ofereça uma solução de negócio, conforme o orçamento que você tem disponível. 

Caso ela não tenha ou você queira começar com um formato que lhe dê maior retorno, você precisará estudar as possibilidades de conseguir investimentos por meio de linhas de financiamento, que inclusive, a própria franquia pode oferecer ou intermediar para que você consiga. 

Outro ponto importante é que, na definição do orçamento, você precisa ter um valor de capital de giro. Ou seja, não basta ter o valor estipulado para iniciar a franquia, mas também é preciso mantê-la funcionando até dar retorno. Nesse caso, você deve colocar todas as despesas na ponta do lápis, como: 

  • contratação de funcionários; 
  • aluguel; 
  • contas básicas, como energia e internet; 
  • investimento em equipamentos; 
  • reformas e adequações estruturais. 

Empresa certificada 

Outro aspecto fundamental para começar o seu plano de abrir uma franquia, é pesquisar a empresa franqueadora. 

Nesse caso, é importante garantir que ela faça parte da Associação Brasileira de Franchising, que garante maior confiabilidade e cooperação entre franqueador e franqueado.

Além disso, é importante seguir outros cuidados. Um dos principais, é garantir que a franqueadora ofereça a Circular de Oferta de Franquia. Nesse documento, ela especifica todos os valores a serem investidos, detalha aspectos jurídicos e também oferece uma lista de franqueados e ex-franqueados, que você pode contactar para saber qual foi ou é a experiência deles com a marca. 

7. Como escolher a melhor franquia? 

Agora que você decidiu investir em energia solar, pode se deparar com diversas opções, e aí surge a dúvida: como escolher a melhor franquia? Para isso, também vale seguir algumas dicas! 

Compare as opções 

É interessante criar uma lista de vantagens e desvantagens e enquadrar todas as franquias pelas quais você se interessou. Assim, você pode determinar, inicialmente, o parâmetro que busca e eliminar opções, garantindo que vai investir em energia solar com a parceria certa. 

Confirme os rendimentos 

O aspecto da rentabilidade é um dos mais importantes de uma franquia. Portanto, observe esses dados com cuidado e tente averiguá-los em sua própria região. 

Por exemplo, se a franquia tem atuação nacional, fica mais fácil comparar com uma unidade em sua região ou estado, para criar um cenário parecido e saber como vai funcionar com você. Afinal, o público pode ter algumas características similares e fica mais fácil investir em energia solar com a franquia e saber se o retorno será parecido.

Fale com os franqueados 

Embora você possa criar cenários fictícios, nada é melhor do que saber os dados reais da franquia. Por isso, não tenha medo de falar com franqueados e ex-franqueados. 

Afinal, eles podem e vão ajudar você com a realidade do negócio. No caso dos franqueados, você pode observar como a unidade está indo e como ela esteve em momentos de crise. Além disso, é possível ver como ela iniciou e quais medidas o franqueado tomou para superar as dificuldades. 

Aliás, ele também dará uma visão bem completa do relacionamento com a franqueadora, podendo apontar vantagens e desvantagens. Nesse caso, vale tanto falar com quem acabou de começar, quanto com quem tem mais experiência. 

Por sua vez, falar com os ex-franqueados também é importante. Afinal, o motivo mais óbvio é saber por que, com eles, a franquia não deu certo.  

Nisso, é importante ser bem imparcial e fazer todas as perguntas possíveis. Afinal, pode ter sido uma crise específica, um erro de gestão ou até um relacionamento comprometido com a franqueadora que levaram ao fechamento da unidade.  

Ou seja, não foi um erro em investir em energia solar, mas algum outro fator, que prejudicou o negócio. Portanto, é bom não fazer julgamentos precipitados. 

Tire todas as dúvidas 

Não tenha preguiça de ligar para cada franquia e fazer uma lista de perguntas sobre ela. Pergunte sobre todos os cenários possíveis, sobre os dados que você quer saber e sobre projeções futuras. Além disso, não evite a possibilidade de um encontro virtual ou presencial, além de eventos promovidos pela marca. 

Aliás, caso a franquia se negue a responder alguma dúvida ou desvie do assunto, preste atenção, pois pode ser um sinal negativo. Ou seja, procure iniciar o relacionamento com a marca de forma que a confiança seja a base, assim o negócio poderá fluir. 

Avalie o plano da franquia 

Por fim, avaliar e compreender todos os detalhes do plano da franquia é a melhor forma de concluir se ela é para você ou não, e se investir em energia solar será a melhor decisão para o seu futuro. 

Por isso, é importante ler todo o documento, tirar dúvidas se não entendeu e estar ciente de todos os investimentos necessários, além de suas obrigações com royalties e outras taxas, bem como o suporte que a franqueadora define.  

Ou seja, saiba tudo o que está incluso e tudo o que não está, bem como as exigências e requisitos mínimos que você deve cumprir. 

8. Quais as vantagens da Solarprime? 

Para investir em energia solar e aproveitar todas as vantagens das franquias, você pode criar uma parceria com a Solarprime. Mas por que nos escolher?  

Para começar, somos a maior rede de franquias de energia solar do Brasil e atuamos a nível nacional, nos 26 estados, bem como no Distrito Federal. Além disso, figuramos entre as 10 maiores redes de microfranquias do Brasil, no ranking elaborado pela ABF com seus associados. 

Para você ter uma ideia, em 2020, apesar da crise com a pandemia, inauguramos mais de 120 unidades. Ou seja, chegamos a mais de 300 unidades e nossa expectativa é ultrapassar as 500 em 2021, o que significa um faturamento de R$500 milhões. 

Esse crescimento não é à toa, afinal buscamos criar uma relação sólida entre franqueadora e franqueados, para contornar crises como essa e aproveitar as melhores vantagens do crescimento do setor de energia solar. 

Somando-se a essa missão, temos a expertise acumulada desde 2014 para entender o mercado e como chegar ao nosso público, oferecendo o melhor em cada sistema de painel fotovoltaico. Para isso, também contamos com um padrão de qualidade pré-definido e uma equipe de mais de 100 engenheiros, aptos a oferecer o suporte necessário a cada franqueado que queira investir em energia solar. 

Falando em suporte, sabemos que nem todos os franqueados estão familiarizados com o setor, mas viram na energia solar uma oportunidade para crescer. Além disso, todos precisam estar em constante evolução para vencer os desafios do mercado. Por isso, oferecemos: 

  • treinamento completo desde áreas técnicas até marketing e finanças; 
  • consultoria especializada para você ter uma gestão de qualidade; 
  • universidade Solarprime para você e sua equipe terem oportunidades constantes de treinamento online e presencial; 
  • equipe de marketing atuante no online e off-line para você implementar as melhores estratégias; 
  • equipe de inteligência comercial, para criar estratégias certeiras para a sua unidade. 

Além disso, o foco da Solarprime é estar disponível para todos, mesmo para quem não tem tantos recursos para investir. Sendo assim, você pode contar com a nossa ajuda para conseguir linhas de financiamento. Outra vantagem é que oferecemos diversos modelos de franquia para você começar! 

  • Home Office: comece de casa, poupando gastos com aluguel e colaboradores. 
  • Business In: acrescente um novo produto a seu negócio, com o espaço da Solarprime. 
  • Business Partner: ideal para quem tem um amigo ou parente que já tem uma empresa, onde você pode atuar como parceiro. 
  • Premium: crie a sua própria loja premium da Solarprime e aproveite as vantagens daquele lugar estratégico em sua cidade ou estado. 

Para você empreender ou investir, não há segredo. Primeiro, é preciso grande força de vontade. Depois, planejamento e recursos. Mas tudo isso pode se tornar melhor quando você está no negócio certo e conta com as melhores parcerias. Assim, para você investir em energia solar com sucesso e crescer junto com o setor, aproveitando as ótimas perspectivas para o futuro, vale a pena ter sua própria franquia Solarprime e firmar essa parceria com quem entende de energia e pode ajudar você a conseguir seu lugar ao sol. 

Gostou do nosso guia completo e quer empreender nesse setor? Seja um franqueado da Solarprime

 

Related Posts
Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *